Simule e contrate

G1


Segundo testemunhas, vítima foi queimada viva; caso é investigado como homicídio. Três suspeitos foram presos. Peritos da PCDF analisam corpo de homem encontrado carbonizado em Santa Maria, no DF PCDF/Divulgação O corpo de um homem foi encontrado, nesta segunda-feira (18), carbonizado e amarrado a um sofá, em Santa Maria, no Distrito Federal. O cadáver estava na calçada da quadra 208 e foi localizado por volta das 23h. O caso é investigado pela Polícia Civil como homicídio. Total de feminicídios cai 46% no DF em 2020; homicídios e roubos também tiveram queda Homem é encontrado morto com marcas de tiros no Guará, no DF O Corpo de Bombeiros informou que foi acionado para uma ocorrência de agressão física, porém, ao chegar ao local, encontrou o corpo. A vítima não foi identificada. Testemunhas contaram aos militares que o homem foi amarrado ao sofá e queimado vivo. De acordo com a Polícia Militar, a vítima ainda teria sido linchada antes do crime. A corporação disse que três suspeitos, dois homens e uma mulher, foram presos e a participação deles no assassinato é investigada. O G1 entrou em contato com a Polícia Civil, porém, não obteve retorno até a última atualização desta reportagem. Queda nos homicídios Levantamento da Secretaria de Segurança Pública (SSP), mostra que o Distrito Federal teve queda de 10,7% nas ocorrências de homicídio em 2020. De acordo com o balanço, em números, foram registradas 373 mortes, contra 418, em 2019. A proporção registrada em 2020 também é a menor dos últimos 41 anos, quando se iniciou a série histórica no DF. A taxa de assassinatos foi de 11,4 para cada 100 mil habitantes. DF registra queda nos casos de feminicídio De acordo com o secretário Anderson Torres, essa baixa se deve ao trabalho integrado entre as polícias, análise de cada caso, serviço de inteligência e tecnologia. O número de câmeras de segurança no DF também aumentou de 584, em janeiro de 2019, para 926 em janeiro de 2020. "Isso acabou trazendo mais imagens, mais tudo, para que o policial consiga trabalhar com menos pessoas, fazendo mais coisas", afirmou Anderson Torres. Monitor da Violência: veja todos os vídeos Leia mais notícias sobre a região no G1 DF.

Consórcio destaca que apesar do Estado de São Paulo ter antecipado a campanha, ainda não foi divulgada a data oficial de quando os municípios terão o material necessário para começar a vacinação. Ferraz de Vasconcelos prevê o início da vacinação na quarta-feira (20). Nas demais cidades, a expectativa é seguir o plano inicial, com começo da imunização na próxima segunda-feira (25). Funcionário do Instituto Butantan inspeciona frascos com doses da vacina CoronaVac em SP Amanda Perobelli/Reuters O Consórcio de Desenvolvimento dos Municípios do Alto Tietê (Condemat) afirma que as cidades que integram o consórcio aguardam o envio das doses de vacina e insumos para iniciar a imunização dos grupos prioritários contra o coronavírus (Covid-19). O Condemat destaca que apesar de o Estado de São Paulo ter antecipado para domingo (17) a campanha em alguns hospitais, ainda não foi divulgada a data oficial de quando os municípios terão o material necessário para começar a vacinação. De acordo com um levantamento realizado pelo G1, a Prefeitura de Ferraz de Vasconcelos pode ser a primeira a aplicar o imunizante a partir de quarta-feira (20). (confira abaixo a previsão de cada cidade). Logo após aprovação da Anvisa, governo de SP aplica em enfermeira a 1ª dose de vacina contra Covid-19 no Brasil Anvisa autoriza por unanimidade uso emergencial das vacinas Coronovac e de Oxford contra a Covid-19 A expectativa do consórcio é de que as doses da vacina cheguem nesta semana. Além disso, informou que os municípios já estão preparados para dar início à campanha. Na primeira etapa, porém, deverão ser priorizados os profissionais de saúde e idosos que vivem em asilos, conforme previsto no Plano Nacional de Imunização. Por isso, a direção do Condemat faz um apelo para que a população do Alto Tietê aguarde a divulgação oficial de cada cidade sobre a chegada dos imunizantes, bem como os públicos prioritários, locais e horários de vacinação. “Recomendamos para a população que aguarde a divulgação oficial e não procure as unidades de saúde neste momento em que precisamos reforçar o distanciamento social, o uso de máscaras, bem como a higienização constante das mãos”, ressalta Adriana Martins, coordenadora da Câmara Técnica de Saúde do Condemat. Apesar de não terem recebido as vacinas, os municípios estão preparados para dar início à campanha utilizando espaços públicos alternativos, como escolas e ginásios, além do uso de unidades de saúde e do sistema de drive-thru no caso de algumas cidades. “Os municípios já estão bem organizados para iniciar a campanha, porém ainda não têm informações de quando as doses e os insumos estarão disponíveis, nem a quantidade para cada cidade. Estamos aguardando o quantitativo para essa fase inicial dos trabalhadores da saúde e a definição exata do sistema de informação a ser utilizado”, explicou a coordenadora. Na última semana o Governo do Estado detalhou o plano de logística da distribuição das doses de vacina, informando que para os municípios acima de 30 mil habitantes a vacina seria entregue diretamente. Já para os demais as retiradas seriam semanais nos Grupos de Vigilância Epidemiológicos (GVE’s). Além dos profissionais da saúde, fazem parte do grupo prioritário os idosos (acima de 60 anos) e índios e quilombolas. Ações do governo do Estado Caixa da CoronaVac, vacina contra a Covid-19 produzida pelo laboratório chinês Sinovac em parceria com o Instituto Butantan. Flavio Corvello/Estadão Conteúdo A Secretaria Estadual de Saúde informou que a distribuição da vacina CoronaVac, que é produzida pelo Instituto Butantã e foi aprovada no domingo (17), está em negociação com as prefeituras e que, por isso, ainda não tem detalhes para divulgar. Inicialmente, o Plano Estadual de Imunização (PEI) previa que as doses começassem a ser aplicadas pelas prefeituras no dia 25 de janeiro. Com a aprovação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), a aplicação foi antecipada e começou no próprio domingo no Hospital das Clínicas. Nesta segunda-feira (18), o governo de São Paulo começou a distribuir insumos e doses da CoronaVac para seis hospitais de referência do estado: HCs da Capital e de Ribeirão Preto (USP), HC da Campinas (Unicamp), HC de Botucatu (Unesp), HC de Marília (Famema) e Hospital de Base de São José do Rio Preto (Funfarme). Em seguida, as vacinas e insumos serão enviados para as prefeituras "com recomendação de prioridade a profissionais de saúde que atuam no combate à pandemia", declarou o governador João Doria em coletiva de imprensa. Questionada sobre quando a vacinação terá início no Alto Tietê, a Secretaria Estadual de Saúde informou apenas que a partir desta terça-feira (19), grades de vacinas e insumos também serão enviadas a polos regionais para redistribuição às Prefeituras. De acordo com a pasta, a recomendação de prioridade a profissionais de saúde que atuam no combate à pandemia, podendo também imunizar a população indígena com apoio de equipes da atenção primária do SUS, segundo as estratégias adequadas ao cenário local. Arujá A Prefeitura de Arujá e a Secretaria Municipal de Saúde informaram que aguardam sinalização do governo para a retirada das vacinas e o quantitativo de doses, para a definição do início da campanha. Ferraz de Vasconcelos No Alto Tietê, a prefeitura de Ferraz de Vasconcelos informou que prevê o início da imunização na quarta-feira (20). Dessa forma, o município seria o primeiro a aplicar a vacina na região. Nessa primeira fase, que segue até 22 de março, a cidade prevê imunizar 24 mil pessoas, incluindo profissionais da saúde, indígenas e quilombolas, além de pessoas com mais de 75 anos, em seguida de 70 a 74, 65 a 69 e 60 a 64. A campanha de vacinação contra o coronavírus na cidade deve ocorrer em seis unidades de saúde, sendo que no dia 6 de março Ferraz espera disponibilizar mais dois pontos de apoio. O horário será das 8h às 17h e é preciso levar documento de idade. No caso dos idosos, é pedido também o comprovante de endereço e os profissionais de saúde devem levar algum documento que comprove o trabalho. A segurança será realizada pela Guarda Civil Municipal com apoio da Polícia Militar. A Prefeitura declarou, ainda, que está preparada e que possui insumos suficientes para a primeira fase da campanha, mas que já está providenciando a compra de outros materiais e equipamentos de proteção individual (EPIs). Guararema Guararema informou que o início da vacinação na cidade depende dos órgãos de saúde responsáveis pelos planos estadual e federal de imunização. O município ainda aguarda essas informações. A Prefeitura destaca que segundo o plano apresentado pela Secretaria de Saúde de Guararema, a Escola Profissionalizante Prefeito Sebastião Alvino de Souza, localizada no bairro Nogueira, funcionará como a Central de Vacinação Coronavírus. De acordo com a Prefeitura, o local é amplo e adequado e o espaço será equipado para atender aos grupos prioritários com eficiência, segurança e agilidade. De acordo com o plano, a estrutura oferecerá atendimento drive-thru, entrada para pedestres e sala de espera externa. O serviço funcionará de segunda a sábado, no horário das 8h às 20h, e contará também com triagem de pessoas, espaço para cadastramento, estacionamento e sala de aplicação de vacina. O município informou ainda que a cidade tem insumos e estrutura para receber a vacina. Itaquaquecetuba O município informou que aguarda as definições que serão feitas junto ao Consórcio de Desenvolvimento dos Municípios do Alto Tietê (Condemat) em reunião nesta segunda-feira para saber quantas doses receberá do Governo do Estado e como será o programa de imunização em sintonia com os demais municípios do Alto Tietê. As 17 unidades de saúde de Itaquaquecetuba serão usadas na campanha e será feita parceria com a Secretaria de Segurança Urbana para garantir a segurança dos profissionais da saúde e munícipes. A cidade declarou, também, já dispõe de seringas e agulhas; o restante está sendo providenciado. Poá Em Poá, a Prefeitura estima que a vacinação tenha início no dia 25 de janeiro, com a imunização dos profissionais de saúde. O município declarou que já possui plano de vacinação, mas que depende da liberação e repasse dos imunológicos pelo Governo Estadual. A previsão é de que até o dia 22 de março sejam vacinadas cerca de 20 mil pessoas, incluindo também os indígenas, quilombolas e idosos. Serão seis pontos de vacinação em escolas municipais, localizadas em pontos estratégicos, com aplicação das 9h às 15h. Os vacinados deverão apresentar documento de identidade e cartão do Sistema Único de Saúde (SUS). A administração municipal disse que todos os insumos são encaminhados pelo Estado. Salesópolis A Prefeitura informou que também prevê o início da imunização para o dia 25 de janeiro nos estabelecimentos de saúde da linha de frente da Covid-19. A imunização dos 2,3 mil idosos que vivem na cidade – acima de 60 anos – deve começar em 8 de fevereiro, seguindo até 2º de março. De acordo com a administração municipal, os profissionais de saúde serão vacinados nos seus locais de trabalho. Já para os idosos, a campanha prevê o uso de duas escolas e um ginásio de esporte com quadra coberta. O horário será das 8h às 17h, de segunda a sexta-feira, e será preciso apresentar documento de identificação com foto, cartão de vacinação e cartão SUS. Salesópolis disse, também, que está aguardando envio dos insumos por parte do Estado. Santa Isabel Santa Isabel informou é que a previsão de chegada das vacinas ao município é no dia 25 de janeiro. Mas que vai depender das doses recebidas e do comando do Estado de São Paulo e Ministério da Saúde. Segundo a Prefeitura, inicialmente serão imunizados os trabalhadores da saúde que somam, aproximadamente, 962 pessoas. A administração municipal informou ainda que a vacinação vai acontecer na Santa Casa, UPA, postos de saúde e demais trabalhadores deverão procurar a sala de vacina referência nos bairros das 7h às 15h30, de segunda a sexta feira. Para receber a dose, a Prefeitura orienta que o profissional de saúde leve holerite, documento de identificação dos conselhos de classe, como COREN, CRBIO, CRF, entre outros. A Prefeitura destacou que não precisou comprar insumos para essa fase de vacinação. Mas para as demais fases, aguarda a chegada de cerca de 50 mil seringas e agulhas que deverão ser entregues pelo governo estadual. Suzano O município de Suzano também prevê o início da vacinação para o dia 25 de janeiro, mas destacou que, caso as doses sejam enviadas antes desta data, poderá iniciar a imunização de imediato. Informou, porém, que até esta segunda (18) a cidade não havia sido informada oficialmente sobre a quantidade de doses e de insumos que irá receber e nem a data da entrega. A primeira fase, que seguirá até 28 de março, envolverá profissionais da Secretaria Municipal de Saúde, idosos (divididos em quatro faixas de idade: acima de 75 anos, 70 a 74, 65 a 69 e 60 a 54), indígenas e quilombolas. A previsão é de que a segunda fase comece no dia seguinte. Porém, a administração municipal lembra que o ritmo da vacinação vai depender da quantidade de doses que o governo do Estado irá colocar à disposição. Em Suzano, o plano prevê a imunização em três pontos específicos da cidade (que ainda serão divulgados), nas unidades onde atuam os profissionais da rede municipal de Saúde, nas residências dos idosos acamados e nas instituições de longa permanência. O número de locais poderá ser estendido, bem como os dias e o período. Inicialmente, será de segunda a sexta-feira, das 8 às 17 horas. Também deve haver imunização em sistema drive-thru (sem sair do veículo). No dia da vacinação, será preciso apresentar documento de identidade com foto, cartão SUS (se tiver), comprovante de endereço e carteira de identificação do conselho de caso, no caso dos profissionais de saúde. Eficácia da CoronaVac Os testes da CoronaVac no Brasil foram feitos em 12.508 voluntários – todos profissionais de saúde da linha de frente do combate ao coronavírus – e envolveram 16 centros de pesquisa. A vacina registrou 50,38% de eficácia global nos testes realizados no país, índice que aponta a capacidade do imunizante de proteger em todos os casos – sejam eles leves, moderados ou graves. O número mínimo recomendado pela OMS, e também pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), é de 50%. Na prática, a CoronaVac tem potencial de: reduzir pela metade (50,38%) os novos registros de contaminação em uma população vacinada; reduzir a maioria (78%) dos casos leves que exigem algum cuidado médico. Além disso, nenhum dos vacinados ficou em estado grave, foi internado ou morreu. Saiba mais sobre a vacinação no Brasil

Por conta da pandemia de coronavírus, o Sine teve o expediente reduzido para o horário das 8h às 12h. Carteira de trabalho Divulgação/ Reprodução O Sistema Nacional de Emprego (Sine) em Roraima oferta 61 novas vagas de trabalho em diferentes áreas de atuação nesta segunda-feira (18). Para concorrer a uma vaga o candidato deve fazer o cadastro no sistema de emprego do Departamento de Emprego, Trabalho e Renda da Secretaria de Trabalho e Bem-estar Social (Setrabes), localizada na avenida Mário Homem de Melo, bairro Mecejana, zona Oeste de Boa Vista. É necessário apresentar a carteira de identidade, CPF, carteira de trabalho, currículo e comprovante de residência atualizado. Aqueles que têm cursos na área que deseja concorrer, podem levar os certificados para compor o cadastro. O atendimento ocorre das 8h às 12h. Veja a lista de vagas: Auxiliar administrativo. Requisitos: Experiência na carteira, ensino superior completo ou cursando administração ou gestão de RH; ampla experiência em rotinas de departamento de pessoal e RH, domínio do pacote de office, conhecimento no sistema (RM labora) e domínio, sistema de ponto ifractal (stou), ser responsável, proativo, disponibilidade de horário e tenha disponibilidade para viajar. - 1 vaga; Ajudante de eletricista. Requisitos: ensino médio completo, experiência na área comprovada na carteira, conhecimento na área, cursos na área de elétrica, curso de NR 10 e NR. - 5 vagas; Almoxarife. Requisitos: Experiência na carteira, ensino médio completo, habilitação "AB". - 1 vaga; Apontador de produção. Requisitos: experiência na carteira, ensino médio completo, vaga preferencialmente para homens, ter experiência com informática, controlam e programam produção, suprimentos (matéria prima e outros insumos) planejam a manutenção de máquinas e equipamentos. Tratam informações em registros de cadastros e relatórios na redação e instrução de trabalho. - 1 vaga; Auxiliar de refrigeração I. Requisitos: ensino fundamental completo, experiência informal com comprovação, disponibilidade de horário e transporte próprio. - 1 vaga; Auxiliar de refrigeração II. Requisitos: ensino fundamental completo, experiência (declaração ou carta de recomendação) e ter habilitação. - 1 vaga; Bombeiro hidráulico. Requisitos: experiência na carteira, ensino fundamental completo, transporte próprio e disponibilidade de horário - 1 vaga; Caseiro. Requisitos: experiência na carteira, ensino fundamental completo, para trabalhar na fazenda, que saiba tirar leite, cuidar das aves e os demais serviços. - 1 vaga; Churrasqueiro. Requisitos: ensino médio completo, experiência comprovada carteira, more próximo à empresa ou tenha transporte próprio. - 2 vagas; Cozinheiro Geral. Requisitos: ensino médio completo, experiência comprovada na carteira, more próximo à empresa ou tenha transporte próprio. - 2 vagas; Inspetor fiscal. Requisitos: ensino médio completo, experiência comprovada carteira como fiscal de área, entrada e saída de nota, baixa de DARE na Sefaz, aceite de PIM, recebimento de mercadoria na Suframa, controle de notas em trânsito, entre outras funções relacionadas ao setor fiscal, ter carteira de habilitação e transporte próprio. - 1 vaga; Empregada doméstica I. Requisitos: ensino médio completo, experiência na carteira, ser pontual, responsável, organizada para desempenhar atividade de limpeza como varrer, espanar, tirar o pó, cozinhar, lavar, passar e fazer companhia para duas crianças de seis e nove anos, em horário de trabalho. - 1 vaga; Empregada doméstica II. Requisitos: experiência informal, carta de recomendação, saber lavar, cozinhar e limpar. - 1 vaga; Empregada doméstica III. Requisitos: experiência na carteira, ensino médio completo, que saiba cozinhar, lavar, passar e ter compromisso com o horário - 1 vaga; Lanterneiro. Requisitos: Requisitos: ensino médio completo, curso de mecânico de veículo e experiência na carteira. - 1 vaga; Marceneiro. Requisitos: experiência comprovada na carteira, transporte próprio, disponibilidade em horário. - 1 vaga; Mecânico. Requisitos: ensino médio completo, cursos na área de mecânica, experiência em serviços de suspensão, freios e kit embreagem, experiência na carteira e ter CNH "AD". - 1 vaga; Mecânico de refrigeração. Requisitos: ensino fundamental completo, experiência informal com comprovação, disponibilidade de horário e transporte próprio. - 1 vaga; Montador. Requisitos: experiência comprovada na área de montagem industrial,ensino médio completo ou técnico completo, curso eletricista industrial, conhecimento na área, cursos na área elétrica, curso NR 10 e NR 35. - 5 vagas; Motorista de caminhão munck. Requisitos: experiência na carteira, ensino médio completo, habilitação "D" ou "E" e transporte próprio. - 1 vaga; Motorista de caminhão. Requisitos: experiência na carteira, ensino médio completo e disponibilidade de horário - 3 vagas; Operador de pá carregadeira. Requisitos: ensino fundamental completo e experiência na área comprovada na carteira de trabalho. - 1 vaga; Operador de rolo compactador. Requisitos: experiência na carteira, ensino fundamental e disponibilidade de horário. - 5 vagas; Pintor. Requisitos: experiência na carteira, ensino fundamental completo, possuir transporte próprio e conhecimento na área. - 1 vaga; Pizzaiollo. Requisitos: ensino médio completo, com ou sem experiência na área de auxiliar de cozinha ou pizzaiolo, ter transporte próprio ou morar próximo ao Paraviana. - 1 vaga; Supervisor operacional. Requisitos: ensino médio completo, sem experiência, compromisso com horário, evitar faltas sem justificativas, conhecimentos e experiência em terraplanagem. - 1 vaga; Salgadeiro. Requisitos: ensino médio completo, com experiência na área comprovada na carteira ou declaração de experiência na área, curso de salgadeiro ou confeiteiro, tenha transporte próprio, seja proativo e seja responsável. - 1 vaga; Técnico em manutenção de equipamentos de informática. Requisitos: experiência informal (precisa apresentar declaração ou contrato de trabalho), que saiba montar, desmontar e que tenha conhecimento em manutenção de notebooks. - 3 vagas; Técnico em segurança do trabalho. Requisitos: experiência comprovada na carteira, formação técnica em segurança do trabalho, cursos de NR 35, NR 10 , NR 05, NR 07, análise ergonômica do trabalho, primeiros socorros,brigada de incêndio,bombeiro civil e outros. - 5 vagas; Vaqueiro. Requisitos: experiência na carteira, ensino médio completo, casado e disponibilidade de horário. - 1 vaga; Vendedor interno. Requisitos: experiência informal, ensino médio completo e disponibilidade de horário. - 1 vaga; Empacotador. (vaga exclusiva para pessoa com deficiência física). Requisitos: experiência informal, ensino médio completo e laudo medico atualizado. - 2 vagas; Operador de loja. (vaga exclusiva para pessoa com deficiência física). Requisitos: ensino fundamental, médio completo ou cursando, experiência comprovada na carteira ou declaração do último emprego na área de vendas ou atendimento ao cliente. - 1 vaga; Operador de caixa. (vaga exclusiva para pessoa com deficiência física). Requisitos: experiência informal, ensino médico completo e laudo atualizado. - 2 vagas; Servente de Obras. (vaga exclusiva para pessoa com deficiência física). Requisitos: ensino fundamental completo, experiência na área comprovada na carteira. - 2 vagas.
Foi o primeiro homicídio do ano na cidade. Rapaz chegou a ser socorrido, mas não resistiu. Um jovem de 18 anos foi morto a tiros na noite desta segunda-feira (18) em Alpercata (MG). Segundo a Polícia Militar, Ricardo André Alves Pereira foi baleado num local conhecido como Morro da Propriedade. O rapaz chegou a ser socorrido por uma ambulância e encaminhado para o Hospital Municipal de Governador Valadares, mas não resistiu aos ferimentos e acabou morrendo. Este foi o primeiro homicídio de Alpercata em 2021. A PM faz buscas, mas até a publicação desta reportagem, ninguém foi preso. Veja mais notícias da região em G1 Vales de Minas Gerais.

Exigência e os salários variam de acordo com a vaga disponível. PAT de Caraguatatuba oferece 110 vagas de emprego aos moradores da cidade Divulgação/Prefeitura de Caraguatatuba O Posto de Atendimento ao Trabalhador de Caraguatatuba, no litoral norte paulista, oferece 110 novas vagas de emprego em mais de 15 cargos diferentes na próxima terça-feira (19). As exigências variam conforme a vaga. Os interessados devem comparecer à unidade do PAT, localizada no Sumaré, na Rua Taubaté, 392, das 8h às 12h, nesta terça-feira (19). Para se candidatar, é necessário que o candidato leve RG, CPF, Carteira de Trabalho e PIS. Dentre as vagas, estão as de ajudante de marcenaria, auxiliar de cozinha, auxiliar de oficina mecânica, cabeleireira, cozinheiro, farmacêutico com CRF ativo, garçom, manicure, técnico de enfermagem, vigia, vendedor ambulante, técnico em nutrição, auxiliar de vendas, entre diversas outras. Veja algumas das vagas e quantidades disponíveis: Ajudante de Marcenaria - 1 Ajudante de Motorista - 1 Auxiliar de Cozinha - 1 Auxiliar de Dentista - 1 Auxiliar de Manutenção Predial - 1 Auxiliar de Oficina Mecânica - 1 Auxiliar de TI - 1 Auxiliar de Vendas - 1 Cabeleireira - 1 Churrasqueiro - 1 Cozinheira - 1 Eletricista de Autos - 1 Farmacêutico com CRF ativo - 4 Garçom - 3 Jardineiro - 1 A lista completa vagas pode ser conferida no site da Prefeitura ou através do telefone (12) 3882-5211. Veja mais notícias do Vale do Paraíba e Região Bragantina

Aeronave da Força Aérea Brasileira pousou no aeroporto de Macapá por volta de 3h30 desta terça-feira (19). Vacinação inicia às 10h. Doses da CoronaVac sendo desembarcadas no Aeroporto de Macapá GEA/Divulgação Pousou no Aeroporto Internacional de Macapá por volta de 3h30 desta terça-feira (19) o avião da Força Aérea Brasileira (FAB) com a carga de 31 mil doses da CoronaVac, vacina do Instituto Butantan feita em parceira com o laboratório chinês Sinovac, destinada para iniciar a imunização contra a Covid-19 no Amapá. Amapá recebe doses da CoronaVac para iniciar vacinação contra a Covid-19 AP deve receber doses contra a Covid-19 no fim da noite e vacinação inicia na terça A campanha no estado começa ainda hoje, segundo o governo estadual. A primeira imunização acontece às 10h, num ato simbólico no Palácio do Setentrião. Na ocasião, serão vacinados um membro de pessoas dos grupos prioritários: profissionais de saúde, indígenas e idosos acima de 60 anos. Das vacinas do primeiro lote, 15 mil serão destinadas a profissionais de saúde que atuam na linha de frente contra a Covid-19 e 16 mil aos povos indígenas, atendendo ao plano nacional. Desde as primeiras horas da manhã, os imunizantes começaram a ser distribuídos proporcionalmente para os 16 municípios, partindo da sede da Coordenadoria Estadual de Imunização, em Macapá. Distribuição nacional As caixas com as doses saíram do centro de distribuição de logística do Ministério da Saúde em Guarulhos, na Grande São Paulo. Depois enviadas para Manaus, no Amazonas. Em seguida, foram transportadas para outra aeronave com destino à Macapá. Caminho das vacinas: entenda como doses vão do Butantan e da Fiocruz aos postos de saúde do Brasil No domingo (17), a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorizou o uso emergencial das vacinas CoronaVac e da Universidade de Oxford contra a Covid-19. Veja o plantão de últimas notícias do G1 Amapá ASSISTA abaixo o que foi destaque no AP:
Até as 6h30h desta terça (19), 23 estados e o DF haviam recebido doses da CoronaVac. 17 estados iniciaram a imunização desde domingo (17). 10 estados e o DF devem iniciar a vacinação contra a Covid nesta terça Até as 6h30h desta terça (19), 23 estados e o DF haviam recebido doses da CoronaVac. 17 estados iniciaram a imunização desde domingo (17). Governo de SP iniciou a aplicação das doses no domingo (17), após a Anvisa aprovar o uso emergencial da CoronaVac e da vacina de Oxford. Até as 6h30, AM, AL, AP, BA, CE, DF, ES, GO, MA, MG, MS, PA, PB, PR, PE, PI, RJ, SE, RS, SC, TO, MG, RN e MT haviam recebido doses; saiba como será a distribuição por estado. Vacinação nos estados foi antecipada para esta segunda (18); SP, SC, RJ, PI, GO, CE, MS, TO, MA, ES, MG, PE, PR, MT, AM, RS e BA já começaram a vacinar. Vacina será gratuita? É preciso agendar aplicação? Veja perguntas e respostas
Destaque fica para o PAT de Ourinhos, com mais de 160 vagas, seguido pelo Programa Emprega Bauru, com 108 oportunidades. Confira também ofertas de emprego em Marília. O mercado de trabalho no centro-oeste paulista abre a semana com 310 vagas de emprego oferecidas nas maiores cidades da região. O destaque fica para o PAT de Ourinhos (SP), que lidera a lista de oferta de postos, com 163 oportunidades em várias áreas. O programa Emprega Bauru também é destaque, com 108 vagas. Em Marília, são 39 postos abertos. (Confira todas as ofertas abaixo) BAURU Portaria e vigilância - 1 vaga Parceiro comercial - seguros auto - 4 vagas Estagiário de administração - 1 vaga Técnico em informática - 2 vagas Mecânico - 2 vagas Funileiro e pintor - 1 vaga Técnico de enfermagem - 18 vagas Enfermeiro - 5 vagas Chapeiro líder - 1 vaga Vendedor técnico - 1 vaga Comprador - 1 vaga Coordenador de compras - 1 vaga Auxiliar de departamento pessoal - 2 vagas Auxiliar administrativo e vendas - 1 vaga Costureira(o) - 2 vaga Auxiliar técnico -1 vaga Recreacionista - 1 vaga Auxiliar de serviços gerais - 1 vaga Motorista carreteiro - 8 vagas Carpinteiro - 1 vaga Eletricista - 1 vaga Técnico em segurança do trabalho - 1 vaga Operadora de caixa - 1 vaga Montador de estrutura metálica - 2 vagas Montador steel frame - 2 vagas Serviços gerais - limpeza -1 vaga Servente - 30 vagas Caseiro (a) - 1 vaga Armador de ferragens -1 vaga Pedreiro - 7 vagas Mecânico automotivo - 1 vaga Empregada doméstica - 2 vagas Atendente de hospedagem - recepcionista - 1 vaga Encarregado de obras - 1 vaga Professor de biologia - 1 vaga Total de vagas: 108 Os interessados em preencher as vagas devem se cadastrar exclusivamente pelo site do programa Emprega Bauru. OURINHOS Ajudante de montador - 1 vaga Ajudante geral - 10 vagas Armador de ferragens - 4 vagas Atendente em stand de vendas - 1 vaga Auxiliar de cozinha - 20 vagas Auxiliar de serviços gerais - 1 vaga Carpinteiro - 4 vagas Engenheiro eletricista - 1 vaga Garçom - 20 vagas Inspetor de alunos - 1 vaga Pedreiro - 6 vagas Recepcionista atendente - 20 vagas Ajudante de eletricista - 1 vaga Analista de crédito - 2 vagas Analista de sistemas - 1 vaga Auxiliar de confeitaria - 1 vaga Auxiliar de cozinha - 1 vaga Auxiliar de escrituração fiscal - 1 vaga Balconista - 1 vaga Caldeireiro - 1 vaga Coordenador de restaurante - 5 vagas Eletricista - 1 vaga Eletricista - 3 vagas Eletricista de ônibus - 1 vaga Eletricista PL - 1 vaga Eletrônico de manutenção - 1 vaga Empregado doméstico nos serviços gerais - 1 vaga Encarregado de obras - 1 vaga Engenheiro de produção - 1 vaga Estoquista - 1 vaga Funileiro de veículos - 2 vagas Gesseiro - 1 vaga Líder de vendas e merchandising - 2 vagas Mecânico de automóvel - 1 vaga Mecânico de manutenção de caminhão - 1 vaga Mecânico de manutenção de ônibus - 1 vaga Mecânico de tratores - 1 vaga Mecânico industrial Sr. - 1 vaga Meio oficial caldeireiro - 1 vaga Montador (vagão ferroviário) - 3 vagas Montador de automóveis - 1 vaga Montador de estruturas metálicas - 1 vaga Motorista carreteiro - 10 vagas Operador de dobradeira - 1 vaga Pedreiro - 4 vagas Pintor - 1 vaga Promotor de vendas - 6 vagas Representante comercial autônomo - 1 vaga Servente de pedreiro - 1 vaga Soldador - 3 vagas Soldador (vagão ferroviário) - 2 vagas Supervisor de vendas comercial - 1 vaga Supervisor de vendas e merchandising - 1 vaga Técnico em enfermagem - 1 vaga Vendedor atendente - 1 vaga Total de vagas: 163 O PAT de Ourinhos rua Cardoso Ribeiro, 290 - Centro. Informações: (14) 3322-5000 MARÍLIA Vendedor(a) - 1 vaga Limpador aéreo - 2 vagas Alinhador de automóveis - 1 vaga Motorista carreteiro (exp. c/ sider) - 1 vaga Mecânico diesel - 1 vaga Pedreiro - 10 vagas Ajudante de pedreiro - 10 vagas Carpinteiro - 10 vagas Vendedor externo - 1 vaga Soldador elétrico e/ou MIG - 1 vaga Pintor de máquinas - 1 vaga Total de vagas: 39 Os interessados em concorrer às vagas devem ligar para: (14) 3433-3212 ou 3433-3469, das 8h às 14h. Veja mais notícias da região no G1 Bauru e Marília Veja mais notícias do centro-oeste paulista: :

Cerimônia simbólica que marcou início da vacinação contra o coronavírus no estado aconteceu no santuário das Obras Sociais Irmã Dulce (Osid), em Salvador. Enfermeira foi a primeira pessoa vacinada na Bahia Itana Alencar/G1 Bahia Sob os olhos da imagem de Santa Dulce dos Pobres, a enfermeira Maria Angélica de Carvalho Sobrinho, de 53 anos se tornou a primeira pessoa vacinada contra a Covid-19 em solo baiano, nesta terça-feira (19). Ela trabalha no Hospital Couto Maia, na linha de frente no combate à pandemia. A cerimônia simbólica que marcou o início da vacinação contra o coronavírus aconteceu no santuário das Obras Sociais Irmã Dulce (Osid), em Salvador. O ato foi acompanhado pelo governador Rui Costa, pelo prefeito da capital, Bruno Reis, e pelos secretários de Saúde do município e do estado. "Momento muito importante. Me sinto honrada, gratidão a Deus e a todos os profissionais que contribuíram para este momento". Logo em seguida, foi a vez da idosa Lícia Pereira Santos, de 83 anos, receber a imunização. “Acordei cedo hoje. Estou muito alegre, me sinto feliz. É uma alegria ter sido convidada para ser a primeira vacinada”, disse a idosa Lícia Pereira Santos, ao chegar ao local. Depois a indígena Deisiane Tuxá e o médico do Samu, Enderson Barbosa, foram vacinados contra a Cpvid-19, em Salvador. O prefeito de Salvador, Bruno Reis, celebrou o início da vacinação, mas destacou que ainda faltam doses para a imunização em massa. “Nossos problemas não são de insumo, profissionais e logística. O problema que a gente tem é o mundial, do fornecimento da vacina. O nosso objetivo é garantir a imunização das pessoas, salvar milhares de vidas e restabelecer a parte econômica e social e com isso voltar a viver com normalidade”, falou. Confira mais notícias do estado no G1 Bahia. Idosa de 83 foi a segunda pessoa receber a vacina na Bahia Itana Alencar/G1 Bahia Momento em que a idosa chegou ao local de vacinação Itana Alencar/G1 Bahia Assista aos vídeos sobre a vacinação no Brasil

Homens disseram que alugaram veículo em página de rede social. Dupla é presa com carro clonado em distrito de Nova Lima Reprodução/TV Globo Dois homens, de 32 e 36 anos, foram presos com um carro clonado, nesta segunda-feira (18), no distrito de São Sebastião das Águas Claras, mais conhecido como Macacos, em Nova Lima, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. A dupla se assustou quando viu os policiais. Os militares fizeram a abordagem e descobriram que se tratava de um veículo clonado. De acordo com a Polícia Militar (PM), os homens alegaram que alugaram o carro em uma página nas redes sociais. Os policiais conseguiram fazer contato com o dono do carro original, que informou que o veículo estava parado na garagem. Segundo a PM, o carro clonado foi furtado na cidade de Divinópolis, no Centro-Oeste de Minas, em 2019. Vídeos mais vistos do G1 MG

Miguel Coelho declarou que o número de vacinas destinado a Petrolina não foi divulgado, mas que idosos em abrigos e profissionais de saúde terão prioridade no primeiro momento. Miguel Coelho se reúne com comitê de enfrentamento ao coronavírus Alexandre Justino O prefeito de Petrolina, Miguel Coelho anunciou na segunda (18) que as primeiras doses da vacina contra a Covid-19 devem chegar nesta terça-feira (19) ao município do Sertão de Pernambuco. De acordo com o gestor, a vacinação deve começar assim que o primeiro lote for entregue pelo Governo de Pernambuco. "A boa informação que a gente acaba de ter na reunião com a nossa equipe de saúde é que as vacinas que virão para Petrolina vão iniciar o seu deslocamento nessa madrugada. Com isso, tomamos a decisão de iniciar a vacinação ainda na terça-feira a tarde, assim que o primeiro lote possa chegar aqui", ressaltou Miguel Coelho. O prefeito declarou também que o número de vacinas destinado a Petrolina não foi divulgado, mas que idosos em abrigos e profissionais de saúde terão prioridade no primeiro momento. "A Secretaria Estadual de Saúde ainda não informou a quantidade exata, mas independente de quantas sejam, a partir de amanhã vamos iniciar a vacinação dos nossos profissionais de saúde e dos idosos que estão institucionalizados nos nossos abrigos e nos serviços de cuidado", concluiu.

Cerimônia deve começar às 9h, com a presença prevista do governador João Doria (PSDB). Município aguarda lote da CoronaVac para iniciar Plano Municipal de Imunização. Caminhão com CoronaVac chega ao Hospital das Clínicas de Ribeirão Preto às 21h02 desta segunda-feira (18) Murilo Badessa/EPTV A vacinação contra a Covid-19 começa nesta terça-feira (19), em Ribeirão Preto (SP), com aplicações em profissionais de saúde do Hospital das Clínicas (HC). A cerimônia está marcada para começar às 9h, na unidade campus. As 6.520 doses da CoronaVac chegaram de caminhão ao hospital às 21h02 de segunda-feira (18) após o carregamento sair de São Paulo, durante a tarde. Entenda como doses vão do Butantan e da Fiocruz aos postos de saúde do Brasil Segundo o governo de São Paulo, o hospital vai ser responsável pelo preenchimento dos sistemas de informação oficiais definidos pela Secretaria da Saúde para monitoramento da campanha de imunização. Os imunizantes serão aplicados em duas doses, com intervalo de 21 dias entre as aplicações. Doses da CoronaVac deixam São Paulo rumo ao HC de Ribeirão Preto às 14h Sérgio Oliveira/EPTV Na cerimônia, está prevista a presença do governador João Doria (PSDB), que concederá coletiva de imprensa após a aplicação. No interior do estado, o primeiro HC a receber as doses foi o de Campinas, que já iniciou, na segunda-feira, a imunização. Depois, outro caminhão chegou a Botucatu (SP). Para esta terça-feira, está previsto o início, também, em Marília (SP) e São José do Rio Preto (SP). Hospital das Clínicas de Ribeirão Preto, SP Luciano Tolentino/EPTV Vacinas aprovadas A CoronaVac, produzida no Brasil em parceria entre o Instituto Butantan e a farmacêutica chinesa SinoVac, recebeu aprovação unânime da diretoria da Anvisa no domingo (17) para aplicação das doses em caráter emergencial no país. A aprovação, no entanto, é para as 6 milhões de doses que chegaram da China. Na segunda-feira, o Butantan pediu aprovação do uso emergencial de mais 4,8 milhões de imunizantes envasados no Brasil, com produção própria do instituto. Na segunda-feira, estados brasileiros já iniciaram a imunização após o recebimento dos lotes da CoronaVac. A vacina da Oxford, que será produzida no Brasil pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) em parceria com o laboratório AstraZeneca, também foi aprovada. Enfermeira do Hospital das Clínicas (HC) exibe ampola da Coronavac, vacina produzida pelo Instituto Butantan, em parceria com o laboratório chinês Sinovac. Divulgação/GESP Vacinação em Ribeirão Preto As doses que chegaram ao HC não interferem, segundo a Prefeitura, no Plano Municipal de Imunização, previsto para começar assim que as doses chegarem na cidade, vindas do centro de distribuição do estado. A expectativa é de que isso ocorra ainda nesta terça-feira. Ainda segundo a Prefeitura, o público-alvo de profissionais da saúde e idosos, contemplado nesta primeira fase, totaliza 150.275 pessoas na cidade. Em entrevista ao EPTV1 de segunda-feira, o prefeito Duarte Nogueira (PSDB) disse que, atualmente, a cidade tem 50 mil seringas e agulhas em estoque. “Então, nós estamos preparados pra iniciar a vacina a partir de amanhã. Já temos um estoque de seringas e agulhas suficientes pra fazer 50 mil doses e, portanto, precisaremos de mais 250 seringas e agulhas pra concluir a vacinação dessas 300 mil doses em 150 mil pessoas”, afirmou. Para a imunização, a cidade terá um ponto de vacinação drive-thru no estacionamento do Estádio Santa Cruz, além de postos fixos no Ribeirão Shopping, Shopping Santa Úrsula, Núcleo de Gestão Assistencial, Centro Médico e as 37 salas de vacinas da cidade. Ao todo, o Plano Municipal de Imunização prevê a mobilização de 606 profissionais de saúde para a aplicação das doses. Veja o público alvo em Ribeirão 32 mil profissionais de saúde dos setores público, privado e filantrópico; Pessoas com 75 anos ou mais: 32.806 pessoas Pessoas entre 70 e 74 anos: 21.269 pessoas Pessoas entre 65 e 69 anos: 28.663 pessoas Pessoas entre 60 e 64 anos: 35.537 pessoas Veja mais notícias da região no G1 Ribeirão Preto e Franca Initial plugin text

De acordo com a polícia, os homens roubaram um carro e uma moto em Estância, mas foram presos em Aracaju. Suspeito que roubou carro capotou veículo em Aracaju Polícia Militar/Divulgação Dois homens foram presos na noite desta segunda-feira (18) suspeitos de roubar um carro e uma moto no município de Estância. A prisão aconteceu em Aracaju. De acordo com a Polícia Militar (PM), após atender um chamado do Centro Integrado de Operações em Segurança Pública (Ciosp) de que uma moto e um carro haviam sido roubados em Estância, os policiais avistaram os veículos com as mesmas características no Robalo, em Aracaju. Após perseguição, os militares conseguiram prender o suspeito que estava na moto. O homem que dirigia o carro conseguiu fugir, mas perdeu o controle do carro, colidiu contra um poste e capotou o veículo, e então a polícia conseguiu prender o rapaz. Ainda segundo a polícia, o suspeito que capotou o carro teve ferimentos leves, foi encaminhado ao Hospital Fernando Franco, onde recebeu atendimento e então foi levado pelos policiais para delegacia.

Uma pessoa morreu e 12 foram encaminhadas ao hospital depois da série de acidentes na Tohoku Expressway. Autoridades chegaram a reduzir a velocidade para 50 km/h na rodovia. 134 veículos se envolveram em engavetamento na rodovia Tohoku Expressway, na cidade de Osaki, após tempestade de neve Kyodo via Reuters Ao menos 134 veículos se envolveram em uma série de acidentes no Japão nesta terça-feira (19), após uma tempestade de neve atingir uma rodovia na cidade de Osaki, no norte do país. Uma pessoa morreu e 12 foram encaminhadas ao hospital depois do engavetamento na Tohoku Expressway, que ocorreu por volta do meio-dia (horário local). As autoridades chegaram a impor um limite de velocidade de 50 km/h quando a neve reduziu a visibilidade, mas a medida não foi suficiente para evitar a tragédia. Carros e caminhões envolvidos em série de acidentes na rodovia Tohoku Expressway após tempestade de neve em Osaki, no norte do Japão Kyodo via Reuters Carros e caminhões envolvidos no engavetamento na rodovia Tohoku Expressway após tempestade de neve em Osaki, no norte do Japão Kyodo via Reuters Carros envolvidos em série de acidentes na rodovia Tohoku Expressway, na cidade Osaki, no norte do Japão Yusuke Ogata/Kyodo News via AP

Voo com a carga do imunizante saiu de São Paulo e seguiu para Curitiba, na noite de segunda-feira (18). Comandante de um dos voos que trouxe vacinas contra a Covid-19 para o Paraná é aplaudida Os passageiros de um voo comercial da Azul, que também ajudou no transporte das primeiras doses da vacina contra o coronavírus para Curitiba, aplaudiram o anúncio da comandante ao saberem sobre a carga especial dentro da aeronave. O voo saiu de São Paulo e seguiu para Curitiba, na noite de segunda-feira (18). "Olá, pessoal. Boa noite. Sejam todos bem-vindos a bordo. Meu nome é Vânia, eu sou comandante deste voo. E hoje temos a honra e orgulho em dizer que a Azul está transportando a vacina contra a Covid-19 aprovada pela Anvisa. Isso faz parte do nosso compromisso em ajudar o Brasil e em garantir a saúde de todos nós e levar esperança para todo o Brasil", anunciou a comandante. Do aeroporto Afonso Pena, em São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba, o imunizante foi levado para o Centro de Medicamentos do Paraná (Cemepar), onde foi catalogado e fracionado, para ser enviado a todas as regionais de saúde do estado, a partir desta terça-feira (19). O avião com as primeiras 120 mil doses da vacina contra o novo coronavírus chegou ao Paraná por volta das 19h. A carga saiu do centro de distribuição de logística do Ministério da Saúde, em Guarulhos (SP), com destino ao Aeroporto Afonso Pena. De acordo com a programação do Ministério da Saúde, o Paraná vai receber 265 mil doses na primeira remessa de vacinas enviadas aos estados. Passageiros aplaudiram a comandante ao saber da carga de vacina no avião Reprodução/RPC CORONAVÍRUS NO PARANÁ: Veja as principais notícias BOLETIM: PR tem 499.777 casos confirmados e 8.982 mortes Primeira dose Enfermeira Lucimar Josiane de Oliveira foi a primeira pessoa a ser vacinada contra a Covid-19 no PR Giuliano Gomes/PR Press A enfermeira Lucimar Josiane de Oliveira, de 44 anos, foi a primeira pessoa a ser vacinada contra o novo coronavírus no Paraná, na noite de segunda-feira, no Hospital do Trabalhador, em Curitiba, por volta das 21h30. "Eu estou lisonjeada. Eu sou uma pessoa positiva, eu acredito que essa vacina vai ser ótima, vai ter bons sinais e, graças a Deus, vai diminuir um pouco esse desespero nosso de correr o risco de perder famílias. Estou realmente agradecida por estar aqui", disse a enfermeira. Lucimar atua há 22 anos na área da saúde, mas se tornou oficialmente enfermeira em 2020. Ela trabalha no pronto-socorro de Covid-19 do Hospital do Trabalhador e está na linha de frente do combate à pandemia do coronavírus. Outros sete profissionais da área da saúde e da gestão hospitalar também receberam a primeira dose da vacina no Paraná na noite de segunda. São eles: Denise Elaine Dias Brito, técnica de enfermagem, de 38 anos; Diego Schuster Paes, médico clínico, de 30 anos; Patrícia Moreira, técnica de enfermagem, de 33 anos; Neura Cordeiro Barbosa, encarregada de higienização no hospital, de 46 anos; Suellen Souza Meduna, fonoaudióloga, de 38 anos; Larissa Mello Dias, fisioterapeuta, de 34 anos; Caroline Louise Benvenutti Hoffmann, nutricionista, de 33 anos. Campanha de vacinação no Paraná O começo da campanha de vacinação no estado foi anunciado pelo governador do Paraná, Ratinho Junior (PSD), em uma rede social. "Declaro aberta a campanha de vacinação contra o coronavírus no Estado do Paraná. A partir de hoje, escreveremos um novo futuro", escreveu o governador. Até então, o início da campanha estava previsto para acontecer simultaneamente em todo o Brasil na quarta-feira (20), mas o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, autorizou que os estados adiantassem a imunização. Vídeos: Vacina contra a Covid-19 no Paraná Veja mais notícias no G1 Paraná.

Veja todos os vídeos. Veja todos os vídeos.

Previsão é que todas as superintendências recebam suas doses de vacina nesta terça-feira (18). As Superintendências Regionais de Saúde se preparam para receber as doses da vacina contra a Covid-19 nesta terça-feira (19). No Sul de Minas, as regionais estão localizadas nos municípios de Alfenas, Varginha, Passos e Pouso Alegre. Elas serão responsáveis pela distribuição da vacina para as demais cidades da região. A distribuição das doses de CoronaVac para todo o estado teve início na manhã desta terça-feira em Belo Horizonte. A logística de transporte da vacina vai envolver a Defesa Civil, a Polícia Militar, a Polícia Civil e o Corpo de Bombeiros. O transporte aéreo começou nas primeiras horas desta terça. Segundo a Secretaria Estadual de Saúde (SES-MG), cada município fica responsável por buscar seu quantitativo de vacinas na unidade a qual pertence. Não existindo nenhum contratempo, as vacinas estarão em todas as Unidades até o final desta terça-feira (19). Os municípios que já tiverem recebido seu quantitativo poderão começar a vacinação a partir dessa data. Minas Gerais recebeu 557 mil vacinas. Destas, 60 mil ficarão em Belo Horizonte e as demais serão encaminhadas para as regionais. O G1 tenta contato com as Superintendências Regionais de Saúde para saber sobre a chegada e distribuição das vacinas. Avião do Corpo de Bombeiros é carregado com CoronaVac Lucas Franco/TV Globo Planos de imunização no Sul de Minas Varginha (MG) não tem data definida para a imunização, pois ainda depende que as doses sejam repassadas pelo Governo de MG. O secretário de Saúde, Luiz Carlos Coelho, informou que a vacinação começará no mesmo dia em que as vacinas chegaram à cidade. São esperadas 10 mil doses que serão armazenadas na sala de vacinas da cidade. As doses da CoronaVac serão armazenadas em câmaras frias na temperatura entre dois e oito graus. Poços de Caldas (MG) também aguarda a chegada das doses. A cidade já recebeu 54.710 seringas agulhadas e câmaras frias do governo estadual. A cidade já possui um plano de vacinação e toda a logística e as salas já estão preparadas. Outra cidade que já possui um plano de vacinação montado e aguarda apenas a chegada das doses é Pouso Alegre (MG). Em Passos (MG), a prefeitura finaliza o plano de vacinação. O município possui refrigeradores suficientes e recebeu seringas agulhadas nesta segunda-feira do Governo de MG. Na cidade, são sete salas de vacinação com um refrigerador em cada uma. Já Lavras (MG) ainda precisa de informações da Secretaria Estadual de Saúde para terminar o plano de vacinação. A cidade não tem previsão de quando as doses virão. Em Itajubá (MG), uma reunião está marcada para a tarde desta segunda-feira (18) para discutir como será a vacinação. Situação semelhante é a de São Sebastião do Paraíso (MG). A cidade não tem plano de vacinação porque aguarda orientações da regional de Saúde. Em Guaxupé (MG) não existe previsão de recebimento das doses da vacina. Alfenas (MG) já possui agulhas e seringas em estoque e aguarda um posicionamento da regional de saúde de quando a vacina vai chegar. Também existe um plano de vacinação pronto e uma equipe preparada. Regionais de Saúde se preparam para receber e distribuir vacinas contra a Covid-19 no Sul de Minas TV Globo/Reprodução Primeira etapa Os imunizantes chegaram a Belo Horizonte, nesta segunda-feira (18). Após cerimônia as vacinas foram levadas para a Central Estadual da Rede de Frio, onde foi realizada a conferência e entrada do material no sistema, para envio às 28 Unidades Regionais de Saúde (URS). A Secretaria de Estado de Saúde (SES) trabalha em um plano de vacinação, que vem sendo discutido desde setembro do ano passado. As doses e os insumos serão distribuídos de maneira semelhante ao que já foi organizado pelo Programa Nacional de Imunização (PNI). Para isso, 50 milhões de seringas foram adquiridas. Desse total, 21 milhões chegaram ao estado e sete milhões já foram entregues às 28 Superintendências Regionais de Saúde. Caberá a cada um dos 853 municípios buscar as doses de vacina nessas unidades regionais. Seguindo o PNI, o primeiro grupo prioritário é formado por profissionais de saúde que atuam diretamente no combate ao coronavírus, idosos residentes em asilos e indígenas residentes em aldeias. Covid-19 no Sul de MG De acordo com a SES-MG, o Sul de Minas contabiliza 69.279 contaminações pela Covid-19, com 1.412 óbitos em decorrência da doença. VÍDEOS: Veja os vídeos mais assistidos do G1 Sul de Minas Veja mais notícias da região no G1 Sul de Minas

Segundo a Polícia Rodoviária, os dois tentavam atravessar a Rodovia Anhanguera quando foram atingidos. Pai e filho morrem atropelados na SP-330 em Santa Cruz da Conceição Repórter Naressi Pai e filho morreram atropelados por um caminhão em Santa Cruz da Conceição (SP) a noite de segunda-feira (18). O acidente aconteceu por volta das 20h. Segundo a Polícia Rodoviária, os dois tentavam atravessar a Rodovia Anhanguera (SP-330), após saírem de um posto de combustíveis, quando foram atingidos pelo veículo na pista sentido capital. O motorista do caminhão parou para prestar socorro, mas as duas vítimas não resistiram aos ferimentos e morreram no local. De acordo com a polícia, pai e filho eram do Rio Grande do Sul e moravam há pouco tempo no bairro Paraiso, em Santa Cruz da Conceição. Os corpos serão levados para o Instituto Médico Legal (IML) de Limeira. Veja mais notícias da região no G1 São Carlos e Araraquara.

Nas demais regiões acreanas, inclusive na capital, Rio Branco, o dia será de sol entre muitas nuvens, tempo abafado e com pancadas de chuva e trovoadas entre a tarde e à noite. Sipam prevê terça-feira (19) com tempo instável e possibilidade de pancadas de chuvas no AC Reprodução/Rede Amazônica Acre O fluxo de umidade em baixos níveis da atmosfera ainda atua sobre o Acre e favorece a organização de áreas de instabilidade sobre grande parte do estado nesta terça-feira (19). Para as regiões do Vale do Juruá, a previsão é de um dia de pouco sol, com céu variando de nublado a encoberto e há possibilidade de pancadas de chuva e trovoadas a qualquer hora do dia. Nas demais regiões acreanas, inclusive na capital, Rio Branco, o dia será de sol entre muitas nuvens, tempo abafado e com pancadas de chuva e trovoadas entre a tarde e à noite. Confira as temperaturas em todas as regiões: Alto Acre Em Assis Brasil, Brasileia, Epitaciolândia e Xapuri, as temperaturas oscilam entre a mínima de 22°C e a máxima de 31ºC. Baixo Acre Mínima de 22°C e máxima de 32ºC são as temperaturas registradas em Acrelândia, Bujari, Capixaba, Plácido de Castro, Porto Acre, Senador Guiomard e Rio Branco. Vale do Juruá Já em Cruzeiro do Sul, Mâncio Lima, Marechal Thaumaturgo, Porto Walter e Rodrigues Alves os termômetros ficam entre 22ºC e 28°C. Vale do Purus Em Manoel Urbano, Santa Rosa do Purus e Sena Madureira faz entre 22º C e 31°C. Vale do Tarauacá/Envira Por fim, em Feijó, Jordão e Tarauacá a variação de temperatura fica entre a mínima de 22°C e a máxima de 29°C.

Atendimento de oferta de emprego está sendo feito exclusivamente por telefone. Há vagas para cabeleireiro em Rio Branco Virlan Aguiar/Arquivo Pessoal O Sistema Nacional de Emprego do Acre (Sine) disponibiliza 37 vagas para diversas áreas nesta terça-feira (19) em Rio Branco. Atendimento de oferta de emprego está sendo feito exclusivamente por telefone. O candidato à vaga deve atualizar o seu cadastro no Sine. Aqueles que não tiverem cadastro na instituição, devem levar os seguintes documentos: Carteira de Trabalho, Identidade/CPF, Título de Eleitor, comprovante de escolaridade e de endereço. As vagas são rotativas, ou seja, são disponibilizadas para o dia, podendo não estar mais disponíveis para o dia seguinte. O Sine se responsabiliza por encaminhar cinco pessoas, no perfil solicitado pelo empregador, para que ele possa escolher qual vai preencher a vaga. O cidadão pode verificar se a vaga ainda está disponível através do telefone 0800 647 8182 ou (68) 3224-5094. Sine Acre oferta 37 vagas de emprego para Rio Branco nesta terça-feira (19) Divulgação/Sine Acre

O estado contabiliza 71.232 casos da doença e 816 mortes pela doença. Nessa segunda-feira (18), foram registrados 5 novas mortes e 167 novos casos. Vítima foi levada ao Hospital Geral de Roraima (HGR) Ascom/Sesau O Hospital Geral de Roraima (HGR) registrou 100% de ocupação de UTIs para tratar casos da Covid-19 no Estado, após dois dias do governo realizar a ampliação de mais 10 leitos na unidade, conforme informado pelo último boletim epidemiológico da Secretaria de Saúde (Sesau) na noite dessa segunda-feira (18). Após a instalação,o HGR conta com 40 leitos de UTI, 130 leitos clínicos - com 64% de ocupação e 15 leitos semi-intensivos - com 33% de ocupação. O estado contabiliza 71.232 casos da doença e 816 mortes pela doença. Nessa segunda-feira, foram registrados 5 novas mortes e 167 novos casos. Ainda conforme o boletim, há 118 pacientes internados no HGR. No hospital Materno Infantil, há 13 pessoas internadas em razão da Covid. A Saúde ainda investiga 41 óbitos para determinar se foram causadas por complicações do coronavírus. Fase grave da pandemia Roraima entrou na fase grave dos casos de infectados pelo coronavírus e o governo orientou no último dia (12) que a população mantivesse cuidados sanitários para evitar medidas restritivas. A Defensoria Pública do Estado de Roraima (DPE-RR) recomendou nessa segunda-feira (18) que o governo de Roraima e a Prefeitura de Boa Vista que limitem por 15 dias, a circulação de pessoas em locais públicos até que o sistema de Saúde atinja 40% de leitos disponíveis na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) e em leitos Clínicos. O governo disse que medidas já estavam sendo adotadas no sentido de conter a disseminação da COVID-19 no Estado. Incluindo o decreto de calamidade pública em vigor.

Tira-dúvidas explica os benefícios do cache e por que ele pode ocupar mais espaço do que o necessário. Opções de armazenamento de aplicativos no Android permitem 'limpar dados' e 'limpar cache'. Reprodução Por que é preciso eliminar o cache para ter espaço celular? O que é cache? – Gilvan Pereira O "cache" é um conjunto de arquivos que um aplicativo já baixou, processou ou carregou. Esses dados ficam guardados para que não seja preciso repetir o trabalho de carregá-los. Sendo assim, o cache ocupa um certo espaço, mas traz vários benefícios. Ele acelera o aplicativo e diminui o consumo do seu plano de dados e da bateria, pois dispensa o download de elementos que são usados com frequência. Em geral, o cache não deve ser apagado, pois seu uso faz parte da programação dos apps. Ou seja, os aplicativos contam com a existência do cache para que tudo funcione da maneira esperada e na velocidade esperada. Se você utiliza algum aplicativo que promete "otimizar" seu celular apagando o cache, fique atento: ele está fazendo o oposto. Limpar o cache repetidamente não vai dar deixar o celular mais rápido. Pelo contrário: tende a deixá-lo mais lento e com menor duração da bateria, obrigando o smartphone a repetir tarefas que deveriam estar guardadas no cache. Em um app como o Instagram, o cache terá stories e fotos que você viu recentemente, fotos de perfil das pessoas que você segue e assim por diante. São conteúdos que precisam ser carregados com frequência ou que talvez você reveja em breve enquanto confere seu "feed". De forma semelhante, um app de música pode manter no cache as fotos dos artistas que você mais escuta ou capas dos discos e playlists que você adicionou à lista de favoritos, além das próprias músicas, evitando downloads que consomem dados e bateria. O cache faz parte do funcionamento do aplicativo. Se você não tem espaço em seu celular para guardar o cache, o app não funcionará da maneira correta. O ideal é obter espaço de outras formas (apagando fotos, vídeos ou desinstalando por completo apps menos usados) para que o cache possa ser usado corretamente por todos os apps instalados. Qual a diferença entre 'dados' e 'cache'? As opções de armazenamento de aplicados no Android permitem "limpar dados" ou "limpar o cache". Os "dados" são informações necessárias para o aplicativo funcionar. Suas configurações e sua sessão de login são exemplos. Se você limpar os dados, o app terá de ser reconfigurado, comose ele tivesse acabado de ser instalado. Em alguns casos, você poderá recuperar esses dados de um backup. O cache, por sua vez, são sempre de natureza temporária. Apagá-lo não deve causar nenhuma mudança no funcionamento do app e não exigirá qualquer reconfiguração. Contudo, qualquer informação que estava no cache para acelerar o app terá de ser baixada novamente, exigindo processamento e uso da conexão com a internet. Em resumo, os "dados" do Android são as configurações e arquivos permanentes do aplicativo, que ele não pode reconstruir sem que você restaure um backup ou refaça seu login. Por isso, são diferentes do "cache", o qual armazena arquivos que podem ser readquiridos. Quando apagar o cache Você pode apagar o cache de apps pré-instalados no telefone que você não utiliza, mas que não podem ser simplesmente desinstalados; Quando um app está apresentado problemas, apagar os dados e o cache tem praticamente o mesmo efeito de uma reinstalação, permitindo configurar o app do zero; Caso você tenha feito uma grande modificação em um aplicativo (modificado sua conta de acesso, por exemplo), apagar o cache pode ser interessante para garantir que informações associadas ao estado anterior não sejam mantidas ocupando espaço desnecessário; É possível recuperar espaço limpando o cache de apps de uso muito frequente, mas o app provavelmente ficará levemente mais lento por um tempo e o cache tende a voltar ao tamanho anterior. Como apagar o cache No Android, o cache dos aplicativos pode ser apagado com os seguintes passos: Acesse "Configurações" ou "Configurar Toque em "Aplicativos" ou "Apps e notificações" Selecione o app desejado Toque em "Armazenamento" Toque em "Limpar cache" E no iPhone? O iOS da Apple (usado no iPad e no iPhone) não possui o cache de dados como uma categoria de separada dos demais dados do aplicativo, exceto para o navegador web do telefone. Para apagar o cache dos demais aplicativos, você é obrigado a desinstalar o aplicativo e instalá-lo novamente, a não ser que o app em si forneça opções próprias para a finalidade de gestão de cache. Por regra, no entanto, o app deve cuidar do seu cache automaticamente. A decisão da Apple de projetar o sistema desta forma provavelmente não é acidental. Como este blog explicou, não é recomendado interferir no armazenamento do cache. Os próprios aplicativos é que devem gerenciá-lo. Dúvidas sobre segurança, hackers e vírus? Envie para [email protected] 5 dicas para sua segurança digital 5 dicas de segurança para sua vida digital Assista mais vídeos para se manter seguro online
Situações têm datas diferentes para pedido de reaplicação. Veja abaixo. Prova do Enem é marcada por medidas de isolamento por causa da pandemia Candidatos barrados em salas por questões de lotação no primeiro dia de Enem e quem pegou doenças infectocontagiosas (como a Covid) na véspera ou depois da prova devem ficar atentos aos próximos prazos para pedir a reaplicação do exame. Enem tem pergunta sobre desigualdade salarial entre Neymar e Marta APP G1 ENEM: Baixe o app com jogos de perguntas e respostas sobre o Enem O segundo dia de exame está previsto para o próximo domingo (24), com questões sobre ciências da natureza e matemática. Além disso, há ainda a versão digital do Enem 2020, previsto para ocorrer em 31 de janeiro e 7 de fevereiro. As provas são feitas em computadores de locais pré-selecionados, e ficam sem conexão à internet. Saiba mais sobre o Enem digital. Confira abaixo os próximos prazos do Enem 2020: 18 de janeiro (segunda): candidatos que foram ao primeiro dia de Enem 2020 e sentiram sintomas de doenças infectocontagiosas já podem entrar na Página do Participante e pedir a reaplicação do 2º dia => Saiba como fazer. 24 de janeiro (domingo): 2º dia de provas. Os portões abrem às 11h30 (horário de Brasília) e fecham às 13h. As provas começam às 13h30 e terminam às 18h30. 25 de janeiro (segunda): Inep abre prazo para candidatos que se sentiram prejudicados por questões de logística e infraestrutura (faltou luz no local, por exemplo) pedirem reaplicação do Enem 2020. Entram nessa condição os alunos barrados por encontrarem salas lotadas no primeiro dia de prova. E também quem perdeu o segundo dia de provas por apresentar sintomas de doenças infectocontagiosas como Covid. 25 a 27 de janeiro (segunda a quarta): Inep divulgará o gabarito oficial do 1º dia de exame (prova de linguagens e ciências humanas) até o terceiro dia útil após o 2º dia de prova. 29 de janeiro (sexta): último dia de prazo para pedir reaplicação do Enem 2020. Após essa data, o Inep não conseguirá organizar a logística para distribuição das provas impressas. 23 e 24 de fevereiro (terça e quarta): dia da reaplicação do Enem 2020 para estudantes do Amazonas e de duas cidades de Rondônia que suspenderam as provas devido à pandemia. Também farão as provas nesta data os candidatos que tiveram os pedidos de reaplicação aceitos por terem sintomas de Covid ou terem sido prejudicados por problemas de infraestrutura. Enem em 90 segundos VÍDEOS: saiba tudo sobre o Enem 2020

Tem dúvidas sobre o assunto? Deixe nos comentários. A apresentação é de Luiza Tenente Savio Ladeira/G1 Nesta terça (19), às 13h, o G1 faz um aulão de preparação para o Enem sobre a prova de ciências da natureza, que é no próximo domingo (24). Serão abordados tópicos sobre física e mecânica, biologia e ecologia, química e eletroquímica, eletricidade e ondulatória, além de temas transversais. Participam os professores do SAS Educação Vasco Vasconcelos, Régis Romero e Caê Lavor. Você pode acompanhar o aulão por aqui a partir das 13h. Defensoria pede adiamento do 2º dia do Enem 2020 e remarcação da prova para quem faltou ao 1º dia App do Enem: uma ajuda na maratona de estudos com jogos de perguntas e respostas A apresentação é de Luiza Tenente. Você pode deixar nos comentários suas dúvidas para serem esclarecidas durante o aulão. O G1 ainda transmite, também às 13h, um último aulão antes do segundo dia de Enem: matemática na quinta (21). Um 2020 difícil e agora chega o Enem: o que pode ser feito para melhorar o autocontrole antes da prova VÍDEOS: Veja as últimas notícias sobre o Enem 2020

Inep, responsável pela prova, reconheceu que houve casos de impedimento de alunos em seis cidades, mas há testemunhos de problemas em mais municípios. Candidatos contam que foram impedidos de fazer a prova do enem por causa de salas lotadas Kayane Vieira, de 18 anos, busca uma vaga em ciências da computação na Federal do RS por meio do Enem. No último domingo, foi ao seu local de prova em Porto Alegre e foi informada de que as salas de provas estavam cheias demais. Os aplicadores consideraram que seria impossível manter o distanciamento seguro se o local abrigasse todos os alunos previstos. Veja o gabarito extraoficial do primeiro domingo de Enem "Uma desorganização, um descaso. Havia umas 60 pessoas no corredor esperando, sem distanciamento. Perguntei como faria a reaplicação, e a fiscal me disse para ligar no 0800 [616161, telefone de atendimento do Ministério da Educação]", afirma Kayane. "Muitas dificuldades, desafios principalmente para quem é de escola pública. Nosso recurso de esperança para quem tem baixa renda é o Enem. Aí tu chega lá para fazer a prova e dizem que não tem espaço na sala, sendo que tiveram muito tempo de organizar." Kayane Vieira, 18 anos, busca uma vaga em ciências da computação na UFRGS, mas foi impedida de fazer o Enem 2020 porque a sala estava lotada. Arquivo Pessoal Outra candidata inscrita no mesmo local de prova na capital gaúcha, Tayna Guedes Bampi, de 20 anos, diz que "a gente perde a confiança. Minha ansiedade é não conseguir fazer essa prova". "Fizeram uma chamada com os nomes de todos que não conseguiram entrar, e marcaram em uma lista com caneta marca-texto", conta Tayna. Ela se sente insegura por não ter recebido nenhum comprovante de que compareceu à prova. "Lá, não me informaram nada. Só soube pelo jornal que teria que pedir a reaplicação pelo telefone 0800 ou pela Página do Participante. Do Inep ou dos aplicadores, eu não soube de nada." Tayna Guedes Bampi, de 20 anos, foi impedida de fazer o Enem 2020 em Porto Alegre porque a sala estava lotada. Arquivo Pessoal A autarquia responsável pela prova reconheceu que houve casos de impedimento de alunos em seis cidades de 3 estados: PR: Curitiba e Londrina; SC: Florianópolis; e RS: Pelotas, Caxias do Sul e Canoas. Nestes locais estariam as 11 salas com problemas, identificadas pelo Inep. Risco do candidato do Enem pegar Covid é maior no transporte público do que na sala de prova, dizem infectologistas Mas há casos de candidatos "invisíveis", que também foram impedidos de fazer o exame, mas não constam deste balanço inicial do governo. Caso de Porto Alegre e Mogi das Cruzes. Kevin Steven Philippart, de 18 anos, faria a prova do Enem 2020 na cidade da região metropolitana de São Paulo. Ele também foi impedido de entrar na sala de aula, não está mapeado no balanço do Inep e não recebeu informação sobre o que deveria fazer. Kevin Philippart, de 18 anos, faria a prova do Enem 2020 em Mogi das Cruzes, região metropolitana de São Paulo. Ele também foi impedido de entrar na sala de aula, não está mapeado no balanço do Inep e não recebeu informação sobre o que deveria fazer. Arquivo Pessoal "Vi em um site de notícia que para ter reaplicação tem que ligar no Inep. Mas liguei hoje [segunda-feira] e fiquei quase 1h. Foram exatos 57 minutos de espera, e ninguém me atendeu", conta. "Você liga e é desesperador", relata. Ele relata que não encontrou nenhuma informação sobre como proceder na Página do Participante. O presidente do Inep, Alexandre Lopes, afirmou que os casos serão averiguados, e que há divergências entre o que foi noticiado e o que está registrado na ata das salas de prova. "Qualquer participante que se sentiu prejudicado, a partir de 25 de janeiro, como está previsto no edital, poderá pedir a reaplicação para os dias 23 e 24 de fevereiro [ler mais abaixo]", afirmou Lopes. O índice de abstenção ficou em 51,5%, o maior da história. Uma série de ações judiciais questionou a segurança da realização do Enem em meio à alta de mortes e casos por Covid. O ministro da Educação, Milton Ribeiro, afirmou que a realização em meio à pandemia foi "um sucesso" e "algo vitorioso". Um dia após o primeiro domingo de Enem, a Defensoria Pública da União pediu o adiamento do 2º dia e remarcação da prova para quem faltou ao 1º dia. Pedidos para reaplicação após o fim do Enem O edital do Enem prevê que candidatos prejudicados por problemas logísticos, nos quais se enquadram a lotação de salas, terão cinco dias após a última data do exame para solicitar a reaplicação. Como o segundo dia de Enem está programado para o próximo domingo (24), o prazo abre na segunda-feira (25) e encerra na sexta (29). Mas essas informações não foram repassadas aos candidatos no momento em que foram impedidos de fazerem as provas, nem estão claramente disponíveis nos perfis dos candidatos, na Página do Participante. *Colaboraram G1 RS e G1 Mogi das Cruzes VÍDEOS: saiba tudo sobre o Enem 2020

Danielle Priscila Ribeiro, de 29 anos, foi esfaqueada e morreu no hospital, em Itu.. Crime foi cometido na frente do filho da vítima, de oito anos. Vítima foi morta dentro de casa em Itu Reprodução/Facebook A defesa do rapaz acusado de assassinar a facadas a namorada Danielle Priscila Ribeiro, de 29 anos, e condenado a 20 anos de prisão após julgamento, em Itu (SP), recorreu da decisão e quer que a pensa seja diminuída. O crime ocorreu no dia 16 de fevereiro de 2020, no bairro Alberto Gomes. André Vinícius Silva de Vasconcelos cumpre a pena em regime fechado. A decisão da condenação foi estabelecida pelo juiz Hélio Villaça Furukawa, da 2ª Vara Criminal e do Júri. No entanto, o advogado entrou com um recurso para que duas qualificadoras sejam excluídas. A defesa não quer que não sejam considerados os pontos de que a vítima foi morta sem poder se defender e de meio cruel. Contudo, o Ministério Público também se manifestou pela reforma da sentença, mas para que ela seja aumentada. Os autos correm pelo Tribunal de Justiça. Anteriormente, o réu informou à polícia que discutiu com a vítima durante uma crise de ciúme, porque queria que a namorada saísse do WhatsApp. Segundo a Polícia Civil, ele alegou que "não tinha a intenção de matar" a vítima e, sim, "apenas para machucá-la". Caso De acordo com a Polícia Militar, a equipe foi chamada para atender a uma ocorrência de desentendimento entre casal no dia 16 de fevereiro de 2020. Ao chegarem ao local, os policiais foram informados pelo padrasto da vítima de que ela havia sido agredida pelo namorado com facadas nas costas, cabeça e pulso. O filho da jovem, de oito anos, teria visto a agressão. Os policiais ainda identificaram que o crime ocorreu durante uma discussão em um quarto. Danielle foi socorrida e levada com vida ao Hospital São Camilo, mas não resistiu aos ferimentos. André Vinícius fugiu após o crime e escondeu a faca debaixo de um caminhão, a um quarteirão do local. Ele se entregou na delegacia no dia seguinte e foi preso. Mulher foi morta pelo namorado em Itu Reprodução/Facebook Veja mais notícias da região no G1 Sorocaba e Jundiaí

Medida é para aumentar o controle sobre as doses enviadas. Caminhões de pequeno porte com as doses destinadas aos municípios do Norte do RJ já saíram do local. Vacinas estão no Centro de Distribuição da Secretaria Estadual de Saúde, em Niterói Todas as quase 488 mil doses da vacina Coronavac já começaram a ser catalogadas nesta terça-feira (19) antes de serem distribuídas. Elas passarão por este processo no centro de distribuição da Secretaria Estadual de Saúde, em Niterói, na Região Metropolitana. A medida é tomada para um controle maior do que é entregue. Depois de serem catalogadas, as doses da vacina contra a Covid-19 que chegaram ao RJ serão distribuídas para os 92 municípios do estado. Cinco helicópteros darão apoio à distribuição. Helicópteros levam doses da vacina de Niterói para os municípios do RJ As doses que chegaram vão para grupos prioritários e serão aplicadas internamente. Não haverá vacinação nos postos por enquanto. Após atraso e cinco voos, todas as doses do primeiro lote de vacinas da Covid-19 chegam ao RJ Caminhões de pequeno porte já deixaram o local com as doses da vacina destinadas às cidades do Norte do RJ. Vacinas chegam ao centro de distribuição em Niterói Reprodução/TV Globo Última parte do 1º lote das vacinas chega ao Rio Reprodução/TV Globo As últimas doses deste primeiro lote da vacina chegaram ao Rio no fim da madrugada. Elas foram trazidas desde a segunda (18) com o apoio de agentes da Polícia Federal. A vacinação no estado começou às 17h desta segunda, em uma cerimônia simbólica aos pés do Cristo Redentor. Dulcineia da Silva Lopes recebe dose da CoronaVac aos pés do Cristo Redentor, nesta segunda-feira (18), no Rio de Janeiro. REUTERS/Ricardo Moraes A idosa Terezinha da Conceição, de 80 anos, e a técnica de enfermagem Dulcinéia da Silva, de 59 anos, receberam as duas primeiras doses. Não é para ir para o posto ainda As quase 488 mil doses que chegaram vão para grupos prioritários e serão aplicadas internamente. Não haverá vacinação nos postos por enquanto. Segundo o estado, 5,5 milhões de fluminenses serão imunizados primeiro. Esse contingente foi divido em quatro fases. As doses que chegaram são insuficientes para cobrir a primeira fase. Com isso, decidiu-se inocular: trabalhadores da Saúde que atendem diariamente pacientes com coronavírus (em CTI, enfermarias e emergências) — cerca de um terço dos profissionais da saúde; pessoas com 60 anos em asilos ou abrigos; pessoas com deficiência a partir de 18 anos moradores de abrigos e residências inclusivas; população indígena (ou quilombola) vivendo em terras indígenas. Esse grupo vai receber duas doses, com intervalo de duas ou três semanas. O governo pede que a população não vá a postos de saúde para ser vacinada. Não há vacina para todos os idosos nesse primeiro momento – somente para os que moram em 10 abrigos selecionados pelas autoridades. Também não há vacina ainda para todos os profissionais de saúde: só para um terço deles. VÍDEOS: Os mais vistos do Rio nos últimos 7 dias

De acordo com a Secretaria de Estado da Saúde (SES), a cidade de Bayeux vai receber 1.185 doses, Santa Rita vai receber 1.610 e Cabedelo 762 doses da CoronaVac. Região Metropolitana de João Pessoa traça plano de vacinação contra Covid-19 Pedro Alves/G1 As cidades da Região Metropolitana de João Pessoa já traçaram um plano de vacinação contra a Covid-19 para quando as vacinas começarem a ser distribuídas, nesta terça-feira (19). De acordo com a Secretaria de Estado da Saúde (SES), a cidade de Bayeux vai receber 1.185 doses, Santa Rita vai receber 1.610 e Cabedelo 762 doses da CoronaVac. Em Bayeux, as vacinas vão ser armazenadas na Policlínicas Benjamim Maranhão. Na primeira fase, o município vai seguir o protocolo do Ministério da Saúde de imunizar trabalhadores da área da saúde e idosos acima de 75 anos ou que estejam em instituições de longa permanência. Em Santa Rita, um dos locais em que os profissionais de saúde vão receber a vacina, é o Centro Especializado em Reabilitação. O local está recebendo um reforço de treze leitos, com quatro respiradores para estabilizar pacientes com Covid-19 até regular para locais com tratamento avançado. O secretário de saúde Luciano Carneiro disse que, com a chegada da vacina, os profissionais da saúde vão ser vacinados nos locais de trabalho e os idosos que serão contemplados na primeira etapa de vacinação vão receber equipes da saúde para imunização. Ainda conforme a secretaria de saúde de Santa Rita, mais de 4,1 mil profissionais da saúde estão no plano de vacinação. Além disso, há mais de 2,1 mil idosos acima de 80 anos e quase 1,9 mil pessoas entre 75 e 79 anos. No município de Cabedelo, o secretário de saúde informou que tem mais de 2 mil profissionais da saúde, 1,9 mil idosos acima de 75 anos e em abrigos e profissionais que cuidam e lidam com esses idosos, todos a postos para serem vacinados na primeira etapa. No entanto, haverá um seleção de prioridade. O armazenamento da vacina vai acontecer em um anexo à Secretaria de Saúde. Nas etapas seguintes, a vacinação deve acnotecer no sistema drive thru e em ginásios. Vídeos mais assistidos do G1 Paraíba

Datas não foram definidas porque o calendário de 2020 ainda não finalizou. Formato das aulas vai depender da situação epidemiológica do estado. Ano letivo de 2021 na rede estadual está previsto para começar em abril Marcio Vieira/Governo do Tocantins A Secretaria de Estado da Educação, Juventude e Esportes (Seduc) informou nesta segunda-feira (18) que o início do ano letivo de 2021 na rede estadual está previsto para começar apenas no mês de abril. O período de matrículas deverá começar na segunda quinzena de fevereiro. As datas ainda não foram definidas pelo governo porque o calendário de 2020 ainda não finalizou. As aulas estão sendo ofertadas na modalidade não presencial e a carga horária do ano passado deve ser integralizada até 24 de março. Ainda segundo a secretaria, o formato das aulas será determinado conforme a situação pandêmica no estado, seguindo as orientações das autoridades sanitárias e do Comitê de Crise para Prevenção da Covid-19. “Todas as medidas planejadas e executadas visam garantir aos estudantes, professores e corpo técnico das 493 unidades de ensino da rede estadual toda a segurança necessária”, informou. As aulas presenciais estão suspensas no estado até 31 de janeiro. A proibição se aplica aos estabelecimentos públicos estaduais e privados. As únicas turmas autorizadas a ter aulas presenciais são as da 3ª série do ensino médio e as universidades. A decisão sobre a rede municipal será tomada pelo prefeito ou prefeita de cada município. Veja mais notícias da região no G1 Tocantins.

Segunda a Polícia Civil, quadrilha é suspeita de desviar R$ 1,5 milhão por mês. Ao todo, agentes cumprem 6 mandados de prisão — quatro pessoas já foram presas. Ex-vereador é preso em operação contra desvio de combustível em Caxias O ex-vereador e ex-policial militar Alex Rosa foi preso na manhã desta terça-feira (19) em uma operação da Polícia Civil contra o desvio de combustível em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. Segundo a polícia, Alex Rosa é apontado como chefe da quadrilha que desviava combustíveis. Estima-se que prejuízo chegue a R$ 1,5 milhão por mês. Ele foi detido por volta das 5h30 em casa, no bairro Jardim Santa Rita. Os agentes precisaram arrombar o portão. Além dele, outras três pessoas também foram presas. Eles serão levados para a Cidade da Polícia, no Jacaré, na Zona Norte do Rio, e podem ser indiciados por lavagem de dinheiro. A Operação da Delegacia de Defesa dos Serviços Delegados (DDSD) começou antes das 5h e as viaturas saíram da Cidade da Polícia. Ao todo, são 6 mandados de prisão, que são cumpridos em bairros do Rio, de Caxias e da Região Metropolitana. Polícia Civil faz operação contra desvio de combustível em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. Reprodução/TV Globo Esta á a segunda fase da operação, que foi batizada de Pit-Stop, em alusão à parada estratégica de carros de Fórmula 1 durante as corridas. Segundo a polícia, neste caso, os caminhões levavam o combustível até os postos de gasolina, mas antes paravam em um depósito clandestino, onde acontecia o furto de gasolina. "Esse grupo gerava um prejuízo aos donos dos combustíveis furtados de cerca de R$ 1,5 milhão por mês. Chamou a atenção da polícia a incrível evolução patrimonial das pessoas envolvidas diretamente nesse furto. Hoje estamos encerrando, com a prisão desses indivíduos, essa nefasta atividade criminosa que lesa não só os proprietários das cargas que tem seu combustível furtado, mas também estamos protegendo o meio ambiente, porque há um manejo inadequado do material", disse o delegado André Leiras, que está à frente das investigações. "Estamos encerrando, por fim essa primeira fase, com a prisão deles e prosseguindo com outra fase muito importante para a Polícia Civil que é apurar a origem e o destino do dinheiro auferido com essa prática criminosa". Investigação A investigação teve início em junho de 2020. Na época, foi realizada uma ação em um depósito em Campos Elíseos, em Duque de Caxias, responsável pela receptação de combustível. No local, foram encontrados quatro tanques com capacidade para 15 mil litros cada, lacres de transporte, dois caminhões tanque e veículos do restaurante do então vereador. Já a primeira fase da Operação Pit-Stop aconteceu em agosto de 2020 e cumpriu 13 mandados de busca e apreensão, inclusive na residência e no gabinete do ex-vereador na Câmara de Duque de Caxias. Segundo a polícia, foram apreendidos telefones celulares, computadores e documentos que comprovaram a participação dos envolvidos no esquema de desvio de combustível conhecido como ‘Bica’ ou ‘Baldinho’, no qual motoristas desviam parte do material transportado para depósitos clandestinos de abastecimento. VÍDEOS: Os mais vistos do Rio nos últimos 7 dias:

Cidade recebe, inicialmente, cerca de 1.295 doses da vacina CoronaVac. Primeiras doses da vacina CoronaVac chegam à Paraíba, e Patos se prepara para iniciar campanha SES-PB/divulgação A campanha de vacinação contra o novo coronavírus começa nesta quarta-feira (20), na cidade de Patos, Sertão paraibano. A previsão é de que as primeiras doses sejam aplicadas a partir das 9h, na Unidade de Pronto Atendimento (UPA), começando pelos profissionais de saúde desta unidade. Inicialmente, o município vai receber, nesta terça-feira (19), cerca de 1.295 doses da vacina CoronaVac, fabricada pelo Instituto Butantan em parceria com a empresa chinesa Sinovac. De acordo com o secretário municipal de saúde Segundo Brito, o protocolo do governo do estado será cumprido. Ele ainda disse que as primeiras doses serão aplicadas nos profissionais de saúde que estão atuando na linha de frente de combate à Covid-19. Segundo explicou que o estado da Paraíba só recebeu cerca de 93 mil doses e, dentre essas, precisa vacinar um percentual de 34% dos profissionais de saúde. Essa quantidade obrigou que houvesse uma readequação dos grupos prioritários, colocando os profissionais de saúde na frente da imunização. Também serão imunizadas em Patos pessoas idosas a partir de 60 anos que convivem em abrigos, e ainda aquelas a partir de 74 anos, mas em domicílio. Conforme as doses das vacinas forem chegando ao município, os grupos prioritários serão gradativamente imunizados com a primeira e a segunda dose necessárias. Vídeos mais assistidos do G1 Paraíba

Fogo começou de madrugada e chamas ficaram altas. Ônibus são atingidos por incêndio em BH Reprodução/TV Globo Um incêndio atingiu uma garagem de ônibus, nesta terça-feira (19), no bairro Madre Gertrudes, na Região Oeste de Belo Horizonte. O fogo começou de madrugada, e as chamas ficaram altas. Quatro coletivos foram atingidos pelo incêndio. Chamas ficaram altas e chamaram atenção de moradores na Região Oeste de BH Reprodução/TV Globo As chamas foram controladas e, nesta manhã, bombeiros fizeram os trabalhos de rescaldo. Segundo os militares, ainda não há informação sobre vítimas. A Defesa Civil também foi mobilizada para avaliar os imóveis que ficam ao lado da garagem. As causas do incêndio ainda serão investigadas. Vídeos mais vistos do G1 MG

Em hospitais particulares, no entanto, há seis vagas disponíveis. No total, a taxa de ocupação nas UTIs da cidade é de 90,47%. Novo boletim aponta 13.408 infecções e 238 mortes. Santa Casa de Franca, SP Jefferson Severiano Neves/EPTV Os 30 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) exclusivos para pacientes com Covid-19 em Franca (SP) estão todos ocupados. A cidade ainda tem seis vagas disponíveis em hospitais particulares. As informações constam no boletim epidemiológico divulgado na noite de segunda-feira (19). Com isso, a taxa de ocupação total nas UTIs da cidade é de 90,47%, com 57 internados em 63 espaços ofertados. Nas enfermarias, o índice de internados é de 77,77%. São 28 pessoas em cuidados médicos distribuídas em 36 leitos. Novos casos De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, Franca confirmou mais 151 casos de Covid-19 no boletim divulgado na segunda-feira. Agora, o total de infecções na cidade passou de 13.257 para 13.408. Desse total, 8.902 pessoas já se recuperaram. A cidade ainda tem 2.406 suspeitas da doença e descartou, por meio de exames, 18.716 casos. O número de mortes não se alterou e ficou estabilizado em 238. Veja mais notícias da região no G1 Ribeirão Preto e Franca Initial plugin text

Vivaldo Aparecido Ribeiro saiu de São José do Rio Preto (SP) no penúltimo domingo (10). Ele vai caminhar cerca de 700 quilômetros até o Santuário Nacional de Nossa Senhora Aparecida. Peregrino Vivaldo durante Caminho da Fé Arquivo pessoal O policial militar reformado Vivaldo Aparecido Ribeiro, primeiro peregrino a seguir pelo Ramal de São José, relatou a emoção ao comemorar o aniversário de 57 anos durante o Caminho da Fé na segunda-feira (18). Natural de Taubaté, Vivaldo saiu de São José do Rio Preto com destino a Aparecida (SP) no penúltimo domingo (10). O trajeto de cerca de 700 quilômetros começou na Basílica Menor de Nossa Senhora Aparecida e terminará no Santuário Nacional de Nossa Senhora Aparecida. Em entrevista ao G1, o peregrino afirmou que andou 206 quilômetros desde o começo da caminhada e que conseguiu chegar a Ibitinga (SP) no dia do aniversário. “Cada aniversário é diferente. Mas poder comemorar durante o Caminho da Fé é uma emoção muito grande. Estou aproveitando o descanso para responder mensagens que recebi. Tenho um longo caminho pela frente. Ainda faltam mais de 600 quilômetros para chegar a Aparecida." Devoto de Nossa Senhora Aparecida, Vivaldo também contou que a caminhada ao longo desses nove dias foi tranquila. Contudo, alguns trechos foram complicados por conta da chuva. “Peguei muito barro nesse domingo (17). Conheci diversas pessoas até agora. Esse Caminho da Fé está sendo muito emocionante. Muitas famílias estão parando para me oferecer água ou café. Aceito tudo que é de coração.” Vivaldo ao lado de pessoas que encontrou ao longo do Caminho da Fé Arquivo Pessoal Caminho da Fé O Caminho da Fé é um trajeto de peregrinação brasileiro inspirado no Caminho de Santiago de Compostela, na Espanha. O percurso conta com diversas rotas até a cidade de Aparecida. Uma delas é o novo Ramal de São José, que sai de Rio Preto e passa por Engenheiro Schmitt, Cedral, Potirendaba, Ibirá, Urupês, Vila Nova Cardoso e Novo Horizonte até chegar a Borborema. O trecho é novo e foi instituído a partir da peregrinação de Vivaldo, o primeiro romeiro que, antes de sair de Rio Preto, organizou a viagem em planilhas e espera chegar ao destino em 15 de fevereiro. Vivaldo começou a peregrinação no domingo, 10 de janeiro. “Vou gastar aproximadamente R$ 3,2 mil. Faço os agendamentos com as pousadas antes de sair e, a cada dois ou três dias antes da chegada, faço contato confirmando a estadia”, explica. Ao G1, o peregrino ainda relatou que o que mais importa são as experiências vividas em cada percurso e que está fazendo o caminho por devoção à Nossa Senhora Aparecida. “Tenho muita fé nela. Mas também estou fazendo pelas pessoas que me dão forças, que me pedem orações, que decidem fazer o caminho depois de verem minhas fotos. Então, penso que jamais posso desistir.” "Cada caminho é um caminho. A emoção é diferente a cada trajeto. O que importa não é a quantidade de vezes em que passei pelo Caminho da Fé, mas sim como eu fiz cada um deles", complementa. Vivaldo Aparecido Ribeiro saiu da Basílica Menor de Nossa Senhora Aparecida, em Rio Preto Arquivo Pessoal Veja mais notícias da região no G1 Rio Preto e Araçatuba VÍDEOS: mais assistidos da região

Oportunidades são para diversas áreas e níveis de escolaridade. Carteira de trabalho Amanda Perobelli/Reuters O Centro de Atendimento ao Trabalhador de Araraquara e o Posto de Atendimento ao Trabalhador (PAT) de Pirassununga (SP) oferecem diversas vagas de emprego em várias áreas nesta terça-feira (19). Confira as oportunidades: Araraquara Eletromecânico; Líder de manutenção; Marido de aluguel; Nutricionista; Programador de CNC; Projetista mecânico; Torneiro mecânico; O CEAT de Araraquara está localizado na Avenida Nabor Rodrigues dos Santos, 467, no Jardim Manacás. Mai informações no telefone (16) 3322-9530. Pirassununga Ajudante de cozinha; Auxiliar de escritório; Executivo de vendas; Representante comercial; Técnico de meio ambiente; Assistente de pesquisa; Empregada doméstica. O PAT de Pirassununga está com atendimento presencial das 13h às 16h, na Rua Coronel Franco, 2225, no Centro. Veja mais notícias da região no G1 São Carlos e Araraquara.

Policiais receberam denúncia de que droga estava guardada no bairro Salgado Filho. Barras de maconha foram apreendidas em BH Reprodução/TV Globo Um adolescente de 16 anos foi apreendido, na noite desta segunda-feira (18), suspeito de armazenar cerca de 100 barras de maconha. Os policiais receberam uma denúncia de que a droga estava armazenada em uma casa, no bairro Salgado Filho, na Região Oeste de Belo Horizonte. Ao chegar ao local, um lote com quatro casas, os militares encontraram o material em uma das residências, mas os vizinhos não souberam informar quem era o morador. "Ao chegar no local, abordamos um senhor próximo à residência onde constava essa denúncia. Esse senhor nos franqueou a entrada, sendo verificado lá, numa das casas, todo o material apreendido", disse o policial. Durante a noite, um adolescente de 16 anos entrou na casa e disse que alugou o local. Ele foi apreendido e confessou que o material era dele. Cento e oito tabletes de maconha e três balanças estavam na casa. Segundo a polícia, a droga seria levada para o bairro Citrolândia, em Betim, na Região Metropolitana. Os vídeos mais vistos do G1 MG nos últimos dias

Serviço de capeamento de redes vai suspender o fornecimento das 8h às 17h. Orientação é para que moradores façam reserva antecipada; veja lista de locais afetados. Sanasa interrompe fornecimento de água para quatro bairros de Campinas nesta quarta-feira Martin Bernetti/AFP A Sanasa, responsável pelo saneamento de Campinas (SP), vai interromper o abastecimento de água para quatro bairros nesta quarta-feira (20). A suspensão ocorre para obras e tem horário previsto entre 8h e 17h. Veja, abaixo, os locais afetados. Segundo a empresa de capital misto, a região recebe um serviço de capeamento de redes. A orientação é para que os moradores façam reserva antecipada de água. Bairros afetados Chácara Buriti; Parte do Jardim Samambaia; Parte do Jardim Aliança; Parte do Jardim Monte Líbano. VÍDEOS: mais assistidos do G1 nos últimos 7 dias i Veja mais notícias da região no G1 Campinas.

A informação consta em um histórico do acidente elaborado pelo Cenipa. A aeronave caiu em 20 de junho de 2020 em uma área rural da cidade. Monomotor caiu em Quadra (SP) e duas pessoas ficaram feridas Arquivo Pessoal O piloto do ultraleve que caiu em Quadra (SP) há sete meses identificou perda de potência do motor da aeronave. A informação consta no histórico da ocorrência elaborada pelo Centro de Investigações e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa). Ao G1, o setor de comunicação da Força Aérea Brasileira informou por telefone que o relatório final para identificar a causa do acidente ainda não foi concluído. A elaboração do documento está em andamento e sem prazo para conclusão. No histórico do acidente, contido no site do Cenipa, consta que o piloto identificou perda de potência do motor. Ao perceber que não conseguiria alcançar a pista, foi realizado um pouso de emergência em uma área de campo. O acidente aconteceu em 20 de junho de 2020. A aeronave decolou do Clube Aeroquadra para um voo local para manutenção de proficiência. Na aproximação para o pouso, o piloto identificou a perda de potencia do motor. No pouso de emergência, a aeronave caiu em uma área rural situada no bairro Guarapó. O local fica perto do clube de voo. Um homem de 62 anos e uma jovem de 20, que estavam na aeronave, foram socorridos e encaminhados ao pronto-socorro de Tatuí (SP) para atendimento médico. Em seguida foram levados para um hospital particular. A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) informou que a aeronave estava com a documentação regularizada. Veja mais notícias no G1 Itapetininga e Região VÍDEOS: mais assistidos da região

Vítima chegou a ser encaminhada à Santa Casa de Itu, mas não resistiu aos ferimentos. Pais ficaram em choque. Jogador Luiz Paulo é atacante do Ituano Miguel Shinchariol/Ituano FC O jogador de futebol Luiz Paulo Santana, atacante do Ituano, relatou aos guardas municipais que tentou segurar o armário de cozinha que atingiu e matou a filha de quatro anos, na tarde de segunda-feira (18), na Vila Leis, em Itu (SP). De acordo com o boletim de ocorrência, os guardas informaram que estavam em patrulhamento na região quando foram acionados para irem até a residência, onde já havia uma viatura do Corpo de Bombeiros em atendimento. Segundo a reportagem do G1 apurou, os responsáveis relataram que o móvel se soltou da parede e atingiu a vítima. O pai tentou evitar que o armário atingisse a criança, mas não conseguiu. O resgate dos bombeiros tentou a reanimação, mas a criança de 4 anos não resistiu à gravidade dos ferimentos e morreu na Santa Casa de Itu. A mãe da menina, que está grávida, e o pai precisaram ser medicados no hospital por conta do choque. Em nota, o Ituano lamentou a morte da criança. "A diretoria do Ituano esta dando todo apoio ao casal neste momento tão dramático e pedimos oração para a alma da pequena garotinha e para a família". O caso foi registrado como morte acidental e será apurado pelo 1º Distrito Policial de Itu. Veja mais notícias da região no G1 Sorocaba e Jundiaí VÍDEOS: mais assistidos da região

Plataforma SP-Covid-19 Info Tracker projeta que taxa chega a 1,37 nesta quarta (20). Isso significa que grupo com 100 infectados tem potencial de transmitir o novo coronavírus para outras 137 pessoas. Sistema analisa dados de 12 cidades. Foto de arquivo da movimentação na região central de Campinas (SP) Luciano Claudino/Código19/Estadão Conteúdo A plataforma criada por pesquisadores da USP e da Unesp para analisar dados da Covid-19 e predizer o avanço da doença no estado de São Paulo prevê novo aumento na taxa de transmissão do novo coronavírus na região de Campinas (SP) nos próximos dias. Depois de oscilar e ficar abaixo de 1 no final de dezembro, a curva é ascendente e estima que chegue a 1,37 nesta quarta-feira (20). Isso significa que de um grupo de 100 contaminados com Covid-19, essas pessoas podem disseminar o vírus para novas 137 pessoas, gerando novos contágios de maneira progressiva. Índices acima de 1 são considerados perigosos e demonstram avanço da pandemia. Com base na média móvel de casos e mortes, a médica infectologista da Unicamp, Raquel Stucchi, avaliou que a região vive uma segunda onda da pandemia. "A curva mostra que nós quase completamos realmente uma primeira onda, mas não tivemos um espaço de semanas, como houve na Europa, e começamos quase que imediatamente a segunda onda de casos e óbitos. É como se fosse um mar muito nervoso, agitado, cheio de ondas, que tem uma onda atrás da outra", disse. Segundo os dados do "SP-Covid-19 Info Tracker", que utiliza matemática e inteligência artificial para analisar dados da Covid-19 e apresentar os cenários para cada região, a taxa prevista nesta terça-feira (19) na região de Campinas é de 1,36 - no dia anterior, era de 1,35 - veja gráfico acima. Apesar da nova alta, os números da região de Campinas, que pela plataforma é formada pela metrópole e os municípios de Americana, Bragança Paulista, Campo Limpo Paulista, Hortolândia, Indaiatuba, Jaguariúna, Jundiaí, Paulínia, Santa Bárbara d'Oeste, Sumaré e Várzea Paulista, estão atrás dos registrados no início de dezembro, quando chegou a 1,77. Formas erradas e corretas de usar máscara de proteção contra o coronavírus Arte/G1 Veja mais notícias da região no G1 Campinas